Templo chinês de duas mil toneladas é deslocado em 30 metros

Foram necessárias duas semanas para mover a construção de 135 anos

 

A imagem mostra o trabalho para relocar o

A imagem mostra o trabalho para relocar o “pavilhão Mahavira”, que pesa quase duas mil toneladas, do Templo do Buda de Jade, em Xangai. – CHANDAN KHANNA / AFP

 

XANGAI — O edifício principal de um templo budista de Xangai de 135 anos — o “pavilhão Mahavira”, que pesa quase duas mil toneladas — foi deslocado em 30 metros. A medida foi tomada para proteger o local, evitando o risco de incêndio, relativamente elevado com o grande número de varas de incenso.

O templo do Buda de Jade — que recebe milhares de visitantes por dia — foi colocado sobre trilhos especialmente concebidos para a operação e deslocado lentamente, com o objetivo de abrir mais espaço nas zonas adjacentes. Os operários injetaram cimento nas fundações da edificação para reforçá-lo, antes do deslocamento. A operação terminou no domingo, após duas semanas.

As estátuas do pavilhão foram protegidas previamente e seguiram junto com o edifício, segundo o “Diário do Povo”, jornal oficial do Partido Comunista da China.

É possível ver o templo sendo movido em imagens divulgadas pela Rede Global de Televisão da China (CGTN, na sigla em inglês). O vídeo, publicado no Twitter da emissora, mostra o deslocamento do edifício a partir do último 2 de setembro.

A operação é parte de uma campanha iniciada em julho de 2014 para responder às “preocupações em termos de incêndio e segurança do público”, informaram os diretores do templo, construído em 1882.

 

Foto tirada neste domingo mostra visitantes participando da cerimônia de conclusão do deslocamento do salão principal do templo de Yufo, também conhecido como o templo do Buda de Jade, em Xangai - STR / AFP

Foto tirada neste domingo mostra visitantes participando da cerimônia de conclusão do deslocamento do salão principal do templo de Yufo, também conhecido como o templo do Buda de Jade, em Xangai – STR / AFP

 

Foto tirada no último 5 de setembro mostra funcionários trabalhando no deslocamento do pavilhão principal do templo do Buda de Jade, em Xangai - CHANDAN KHANNA / AFP

Foto tirada no último 5 de setembro mostra funcionários trabalhando no deslocamento do pavilhão principal do templo do Buda de Jade, em Xangai – CHANDAN KHANNA / AFP

Deixe um comentário